sexta-feira, 15 de julho de 2016

Temporada de Julho 2016 - Primeiras impressões (by Lyonel)




Pois bem, como sempre, esta nova temporada de animes teve muitas coisas novas, boas e ruins, para quem assim como eu, gosta desses desenhos chineses que saem a cada estação do ano, por mais que as estações sejam trocadas pela lógica dos hemisférios(eu nunca sei qual a estação do momento no Japão, então vou chamar de temporada de julho mesmo, me julguem, eu deixo. :v). 

A algumas semanas eu fiz um post com minhas apostas de estreias interessantes que mereciam uma olhada(link), pois então, agora que a maioria das estreias já se deu, faço agora uma apresentação de tudo oque vi, de tudo oque achei de tudo oque vi, assim como, tudo oque eu espero de tudo oque vi....

....primeiro as minhas apostas:

91 Days



Uma boa estreia, a história é tudo aquilo que se podia esperar dela, os primeiros 11 minutos do primeiro episódio são uma experiencia gloriosa pra quem gosta do tema de máfia, o assassinato dos pais do protagonista foi tão brutal quanto fluído, tanto em questão de fluides de roteiro(uma sequência de acontecimentos bem roteirizada, com um bom gancho sentimental com relação ao envolvimento do amigo Corteo e os dois irmãos) quanto em questão de animação, tem muita coisa boa para ser apreciada neste anime, a sequencia final onde o protagonista deixa a cidade após a morte da família e vemos os créditos em inglês, com uma trilha sonora que só pode ser descrita como muito bem encaixada fecha a primeira parte do episódio muito bem. 

Se cabem críticas a esse primeiro episódio são com relação a sua segunda parte, quando vemos o retorno do protagonista a sua cidade natal em busca de vingança, primeiro por conta de seu reencontro com Corteo, seu amigo de infância, a relação entre eles foi muito bem construída no flashback em que consiste a primeira parte do episódio, a coisa de apagar vela com os dedos foi muito bem usada para demonstrar a relação entre eles, tanto que ver Corteo apaga-la apenas com os dedos na cena em que fica sabendo do assassinato da família do amigo é um dos grandes momentos do episódio, ali é como se estivesse declarando para si mesmo e para o espectador que ele passaria a tomar as rédeas da situação e não mais ser apenas alguém inseguro e dependente, mas quanto Avílio retorna tudo oque vemos é um Corteo ainda inseguro e dependente, incapaz de tomar as rédeas da própria vida, tudo oque ele faz é seguir Avílio cegamente. De um personagem possivelmente interessante e com uma boa construção, foi reduzido a apenas mais um recurso narrativo para auxiliar seu amigo com aquilo que realmente importa na história, a vingança.

"Wat? .-." Foi minha reação a esse personagem e tudo que ele fez durante o episódio.

Não que isso não pudesse ser esperado, mas a sequencia de ação no bar acabou se mostrando também outro ponto negativo, foi mal organizada e a fluidez citada no início foi inexistente aqui, sem falar de um certo personagem que só pode ser descrito com exagerado demais para ser apreciável, tudo bem que isso não é grande coisa a se dizer no mundo da animação japonesa, mas em uma obra que até certo ponto preza por um roteiro e estética mais críveis é difícil engolir certos disparates. 

Bem, apesar de todos os contras, ainda foi uma estreia digna de elogios, conseguiu introduzir seus personagens e toda a situação envolvendo eles, apesar da maluquice sem muito sentido da sequencia de ação final, o ritmo foi bom de se ver, um episódio na medida do possível bem estruturado.  O dramazinho pastelão que eu esperava não foi correspondido, parece que o foco maior da trama vai ser na ação, o que eu espero é que a construção da relação de vingança e de aproximação entre o protagonista e seu alvo seja bem feita, de nada adianta entregar uma história sobre vingança onde o personagem simplesmente se vinga, tem que ter um algo a mais, um conflito interno, algo que faça tudo valer a pena para nós e nada valer a pena para o protagonista.

Amanchu!


Amei cada momento desse anime. Ponto. É isso gente, isso é tudo que tenho a falar...........ok, discorrendo um pouco mais, ele atendeu a todas as expectativas, teve todos os clichês esperados, e agradou demais. Isso tudo sou EU falando claro, não estou dando mais do que minha opinião sobre o primeiro episódio. Foi uma experiencia de relaxamento sem igual, a trilha sonora, o ritmo, o visual, tudo casou perfeitamente para gerar uma atmosfera agradável ao expectador.



O tema de mergulho foi muito interessante, as personagens são cativantes, o visual é lindo, sem falar daquele clima yuri maravilindo. *3* 

Mob Psycho 100



Outra aposta que se mostrou recompensante, a animação é tudo oque se pode esperar do estúdio Bones, a história é tudo aquilo que se pode esperar do ONE e é tudo muito bom. A relação entre Reigen o charlatão e Mob seu aprendiz com poderes verdadeiros é muito interessante e dá margem a algumas cenas muito engraçadas. O contador que aparecia durante o episódio que representava a capacidade emocional do Mob e seu tempo até perder o controle dá um quê a mais ao plot, já que parece que o contador aumenta sempre que ele passa por alguma experiencia emocionante, seja boa ou ruim, como no final em que o contador aumenta simplesmente por comer algo com seu mestre, já que Mob aparentemente não tem amigos e se sente solitário. 



É um anime de tosqueira e piadotas nonsense, mas pode ser também muito mais do que isso pelo que foi mostrado nesse episódio, é com certeza um dos que mais vale a pena acompanhar nessa temporada. Alguns animes prometem muito e não oferecem nada, Mob, conseguiu oferecer muito nesse primeiro episódio, mesmo sem prometer nada, afinal ninguém espera muita coisa quando vê aquele character design, mas pode vir coisa muito surpreendente por aí. Espero muito desse anime, ao mesmo tempo em que fico satisfeito com o nada que foi prometido.

Orange



Foi uma ótima estreia, mas não vou me estender muito sobre ela, afinal se quiser uma análise mais pormenorizada o Diego está fazendo análises dos episódios, que podem ser conferidas aqui: Link

Mas oque eu tenho a comentar é que os dois primeiros episódios foram muito bons, o visual está bonito com era de se esperar pelo que foi visto nos trailers e a história, para alguém como eu que não leu o mangá tem se mostrado muito interessante, o conceito da carta para o passado deu margem para alguns acontecimentos que tornaram os dois primeiros episódios muito recompensantes. 

Claro, tem aqueles clichês básicos de shoujo, como os dois caras bonitões estarem interessados  pela mesma garota, que por um acaso é justamente a menina mais tímida e desinteressante do grupo de amigos, mas já que não dá para fugir desses fatos genéricos, oque resta é aproveitar a história que pelo menos tem uma matriz emocional bem construída em cima do tema que propõe. Espero por mais arrependimentos não concertados e muito drama, é disso que o povo gosta não é mesmo? 



......agora alguns outros animes que vi:


Days


Aquele anime de esporte semi-yaoi super pé no chão. Não dá para descrever Days melhor, é um típico mangá de esporte sendo adaptado, então tem todos os clichês básicos do tema, protagonista bobão e não muito competente que se apaixona pelo esporte e passa a se dedicar a ele, um amigo super talentoso para dar aquela força e claro, oque não falta em Days é aquele apelo fujoshi básico, o amor entre o protagonista e o amigo loiro é tão palpável que é quase impossível não shippar forte os dois. Da para ver também que é do tipo de anime de esporte que se mantém na linha do racionalmente crível, digo, sem poderes sobrenaturais inexplicáveis ou habilidades sobre-humanas totalmente impossíveis, ele mantém o pé no chão quanto ao esporte.



A animação é competente e com certeza contribui  muito para uma boa experiencia como expectador, por esses e outros motivos posso dizer que foi uma ótima estreia. O segundo episódio manteve a boa média e conseguiu se construir muito bem como um episódio de promessa, digo, prometendo o crescimento do protagonista e da relação dele com outros personagens assim com seu envolvimento com o futebol. Foi uma baita surpresa positiva, mesmo eu que não sou muito íntimo com animes de esporte consegui gostar dos personagens e da história, por mais simples que ela seja. Espero muito mais crescimento do protagonista e que seja interessante acompanhar a trajetória dele até se tornar capitão.

Nejimaki Seirei Senki: Tenkyuu no Alderamin



Humm........não curti. É um anime de guerra com elementos sobrenaturais e aquele clichê de protagonista preguiçoso super inteligente, nada que me atraia muito, a variedade de personagens parece ser um prato cheio para shipadores de plantão, mas não consegui me importar nada com nenhum deles durante o primeiro episódio. O visual do anime é competente, e pelo menos no que foi mostrado no primeiro capítulo não há do que reclamar. Mas quanto ao roteiro.....esse tem alguns pontos negativos, como narrativa didática, péssimos diálogos, má construção de situações, e por aí vai.

Alguém explica para a produção que uniformes pretos no calor dos trópicos é algo que não se sustenta...

Dentre as estreias que eu conferi, este foi com certeza o episódio mais maçante, um desenvolvimento truncado acabou forçando muito algumas situações que não geravam nada além de desconforto para mim como expectador. A ambientação também foi um ponto negativo, a cenário era tropical e remetia a algum tipo de steampunk, mas a mistura acabou não casando muito bem. Não é muito crível ver personagens com valores europeus(ou valores japoneses adaptados a maneira europeia) como o senso de orgulho familiar e militar no meio de uma ilha paradisíaca onde provavelmente a vida cotidiana levaria a pessoa a ter valores totalmente diferentes. O cenário tropical parece ser só desculpa para ter meninas fetichizadas com roupas exóticas.

O primeiro Drop da temporada.

Fudanshi Koukou Seikatsu



Esse anime só não entrou em minhas apostas anteriores por se tratar de um anime curto, modelo o qual geralmente não apresenta uma grande qualidade técnica. Entretanto, o blogeiro que aqui vos discorre já estava muito empolgado para ver esse anime na tela, afinal eu já havia lido o primeiro capitulo do mangá e sabendo do anúncio do anime resolvi esperar para ver o resto da história animada, o resultado foi o esperado, nada de grande qualidade, na verdade uma produção econômica e simplista, mas claro, um animezinho curto de comédia não demanda uma super-produção caríssima pois dificilmente ele dará o  retorno necessário.

Mas voltando a falar da estreia, ela vale a pena. É uma historia divertida, se trata de um garoto que lê yaoi(mas não é gay) e sua dificuldade em conviver com esse hobbie no mínimo diferente, o primeiro episódio se trata justamente dele comprando uma revista yaoi e tendo de enfrentar o julgamento por parte do caixa, é uma situação bem difícil para o protagonista, mas nada que faça ele desistir de seu hobbie. Continuo acompanhando e dando boas risadas com esse anime e as aventuras do rapaz que lê yaoi.



Pois bem queridos leitores, isso é tudo o que eu tinha a dizer sobre as estreias que conferi nessa temporada, esteja convidado a expressar sua opinião nos comentários, quais estreias mais lhe agradaram? quais desagradaram? Comente, pois sua participação é sempre bem vinda. o/

0 comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...