terça-feira, 11 de outubro de 2016

TOC #45 da Weekly Shonen Magazine (2016)

Capa Digital: Daiya no Ace - Act II

Olá para vocês, leitores do Fênix no Sekai. Aqui é o Diego Felipe e trago até vocês a análise da edição #45 da Weekly Shonen Magazine.
Para quem possui dúvidas sobre o que é uma TOC (Table of Contents) e como ela funciona sugiro lerem a matéria do Ivo sobre as TOCs, que pode ser conferida clicando nesse link.


Bem, a ordem de leitura da edição pode ser vista abaixo.


TOC #45 DA WEEKLY SHONEN MAGAZINE (2016):
Yui Aragaki (Capa Física)
Daiya no Ace - Act II (Capa Digital, Página Colorida Principal, Resultado da Análise dos Personagens, 25 pg.)
01. Tsurezure Children
02. Days
03. Fairy Tail
04. Enen no Shouboutai
05. Fuuka
06. Vector Ball
07. Seitokai Yakuindomo
Domestic na Kanojo (Página Colorida)
Fullback (4º Capítulo, 24 pg.)
08. Ahiru no Sora
Baby Steps (Página Colorida)
Hone ga Kusaru made (Capítulo Especial da MangaBox)
09. Hajime no Ippo
10. Hoshino、Me o Tsubutte。
11. Yamada-kun to 7-nin no Majo
12. Koisuru Suizoku-man
13. Dr. Prisoner
14. Acma:Game
15. Kono Ken ga Tsuki o Kiru
16. Nanatsu no Taizai
17. Real Account
18. Mononote ~Edo Shinobi Kagyou~
19. Area no Kishi
20. Kamisama no Iuutori Ni
- EM HIATO: Kindaichi Shounen no Jikenbo R

PRÉVIA DA TOC #46 DA WEEKLY SHONEN MAGAZINE (2016):
- CAPA FÍSICA: Yuki Kashiwagi
- CAPA DIGITAL, PÁGINA COLORIDA PRINCIPAL: Nanatsu no Taizai (28 pg.) 
- PÁGINAS COLORIDAS: Enen no Shouboutai, Kamisama no Iuutori Ni

TOC INDEFINIDA (2016 ou 2017):
- NOVO MANGÁ: nome não-definido (por Yoshitoki Ooima, autora de Koe no Katachi)


A capa física dessa edição foi estampada por Yui Aragaki, que é modelo, atriz e cantora. Atualmente ela é protagonista do drama televisivo Nigeru wa Haji da ga Yaku ni Tatsu.



NÃO-RANQUEADOS / AUSENTES:

Daiya no Ace - Act II: Nessa edição Daiya ganhou a capa digital e as páginas coloridas principais. A obra segue num alto nível de popularidade e assim deve se manter por muitos anos.
SITUAÇÃO: Intocável.

Domestic na Kanojo: DomeKano segue em um bom nível de popularidade e vendendo bem. Uma chance de anime não está descartada, embora a temática do mangá seja madura. A obra de Kei Sasuga por ora deve se manter firme e a longo prazo não se mostra ameaçada.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

Fullback: Fullback nessa edição iniciou uma trinca de leitura de três mangás de esportes na ordem de leitura, tendo ficado à frente de Ahiru no Sora e Baby Steps. A obra está em seu quarto capítulo e ainda é cedo para avaliar se sua recepção foi muito positiva ou negativa. Mas o fato é que a obra tem ganhado muitas páginas extras para que o autor pudesse desenvolver como bem quis os capítulos.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

Baby Steps: Uma das obras mais populares da Shonen Magazine atualmente e um dos cinco que apresentam maiores vendas de volumes do plantel, o mangá de tênis nessa edição recebeu uma página colorida, ficando abaixo de outro mangá de esportes popular: Ahiru no Sora (cujo pano de fundo é o basquete).
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

Hone ga Kusaru made: Capítulo especial de um mangá publicado na MangaBox, da editora Kodansha.

Kindaichi Shounen no Jikenbo R: Kindaichi segue em um hiato iniciado na edição #41. E já está adiantado: estará ausente também na próxima edição. O retorno do autor a Kindaichi não está previsto... enquanto isso ele segue com o roteiro de Area no Kishi, mangá que escreve utilizando de outro pseudônimo.
SITUAÇÃO: Muito Seguro (quando voltar do hiato).


TOP 10:

01. Tsurezure Children: Algumas vezes encerrando a revista, desta vez Tsurezure Children ficou entre as posições mais altas da ordem de leitura. Trata-se de um gag mangá com vendas boas (média de 60-70 mil cópias por volume no mínimo). 
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

02. Days: Bem, os editores já fizeram todo o possível para emplacar o anime de Days e aumentar a quantidade de vendas de volumes do mangá de futebol. O fato é que os editores praticamente amam o mangá, vide a enorme quantidade de páginas coloridas, capas digitais e posições favoráveis na ordem de leitura (embora também não seja tão raro Days ficar lá embaixo). A obra é um êxito mas agora é o tempo de avaliar se esse êxito se expandiu ou não. Por enquanto os resultados não pareceram expressivos mas ainda dá tempo de ver se a obra tem um aumento de rentabilidade (ainda que razoável).
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

03. Fairy Tail: As vendas de Fairy Tail seguem decaindo e a obra já não vende mais que Nanatsu. Só que com o tempo vai vendendo só um pouco mais que o outro pilar da revista, Daiya no Ace - Act II (cuja média é de 350 mil cópias vendidas por volume). Felizmente isso não prejudica a estabilidade da magnum opus de Hiro Mashima.
SITUAÇÃO: Intocável.

04. Enen no Shouboutai: Após muitas posições intermediárias ou baixas na ordem de leitura Enen foi alçado a uma posição alta. Trata-se de uma obra que ainda pode acrescentar muito para a Shonen Magazine se seu potencial comercial for bem explorado. Lembrete: vai ganhar página colorida na próxima edição.
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

05. Fuuka: Por enquanto seguimos sem maiores informações do anime de Fuuka. Mas fica a torcida para que o anime seja mais bem-sucedido que as adaptações animadas das obras anteriores do autor Kouji Seo: Suzuka e Kimi no Iru Machi, que como mangás tinham um desempenho ótimo mas cujas adaptações animadas não fizeram tanto sucesso.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

06. Vector Ball: Vector Ball tem chances de alcançar melhores vendas em seus próximos volumes mas por enquanto a previsão é que seu rendimento seja do nível de Acma:Game, ou seja, baixo mas talvez suficiente para se manter na revista. Mas ainda assim será preciso esperar mais tempo para ver por quanto tempo Vector Ball vai conseguir ou não sua estabilidade.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

07. Seitokai Yakuindomo: Mangá de comédia que ano que vem completará uma década de publicação na Weekly Shonen Magazine. O desempenho da obra segue positivo na visão dos editores e por enquanto a obra só deve ser encerrada quando o autor quiser.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

08. Ahiru no Sora: O mangá de basquete tem um ótimo desempenho nas vendas de volumes mas até hoje não recebeu nenhuma adaptação... e ainda assim o mangá não perdeu o fôlego ou ficou saturado para os leitores. Sem dúvida um dos mangás do plantel atual mais respeitados por leitores e editores.
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

09. Hajime no Ippo: Se Ahiru já tem muito respeito Hajime no Ippo definitivamente tem muito mais. Não que Ahiru não seja tudo isso mas é que Hajime é um dos maiores mangás (tanto em popularidade quanto em quantidade de capítulos) de esporte de todos os tempos. A obra, mesmo tendo sofrido uma queda de popularidade nos últimos anos, segue com um rendimento melhor que muito novato por aí.
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

10. Hoshino、Me o Tsubutte。: Na edição passada até colaboração com Yamada-kun o novato Hoshino、Me o Tsubutte。recebeu. Prova que os editores não largaram mão de Hoshino e seguem na expectativa que o segundo volume renda mais. Mas caso a obra tenha um rendimento razoável e mantenha a boa recepção é possível que ao menos Hoshino seja transferido para uma revista de visibilidade, como a Bessatsu Shonen Magazine. Bem, esperemos pelos resultados do segundo volume.
SITUAÇÃO: Pequeno risco de ser cancelado.


MEIO DE TABELA:

11. Yamada-kun to 7-nin no Majo: O mangá prossegue em situação confortável e com apoio dos editores. Não se sabe por quanto tempo Yamada-kun irá durar na revista, mas por ora o cenário esboçado é que se o mangá tiver que acabar em breve será um fim natural.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

12. Koisuru Suizoku-man: Gag mangá novato que estreou sem alarde e não recebe muito destaque. Até é possível que Koisuru na verdade esteja sendo publicado pra depois ser transferido para a Bessatsu Shonen Magazine ou outra revista. Não é impossível, isso aconteceu há anos atrás até com Vinland Saga, que atualmente vende muito bem.
SITUAÇÃO: Pequeno risco de ser cancelado.

13. Dr. Prisoner: É torcer para que o segundo volume tenha um resultado melhor nas vendas, pois caso não a situação de Dr. Prisoner vai ficar delicada demais e o mangá poderá acabar cancelado ainda no primeiro semestre de 2017. A recepção inicial foi até satisfatória mas não foi boa o bastante para convencer os leitores a comprarem os volumes.
SITUAÇÃO: Pequeno risco de ser cancelado.

14. Acma:Game: Dos mangás estáveis Acma:Game é um dos que apresentam os resultados menos rentáveis. Mas isso significa que o mangá está em risco? Não. A recepção dos leitores é satisfatória e o rendimento não é pífio, apenas moderado. A base de leitores apoiando a obra é considerável e os editores estão satisfeitos com o rendimento da obra até agora.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

15. Kono Ken ga Tsuki o Kiru: Esse mangá novato até vai tendo uma recepção aceitável mas por enquanto as expectativas não estão muito altas (pode-se dizer que estão moderadas). Será preciso aguardar o lançamento das cópias do primeiro volume. Por enquanto o mangá segue tentando atrair leitores para se manter.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.


BOTTOM:

16. Nanatsu no Taizai: Mesmo que Nanatsu não pegue posições elevados na ordem de leitura, raramente ocorre da obra ficar entre os últimos como aconteceu nessa edição. Mas o mangá segue de vento em popa, inclusive vai estampar a capa digital e a página colorida principal da próxima edição.
SITUAÇÃO: Intocável.

17. Real Account: Real Account consegue em vender em sete dias pra baixo uma média de 36 mil cópias. Não é uma das melhores médias do plantel da Magazine mas é um bom número ainda assim, ainda mais se compararmos que 36 mil em uma semana seria uma média boa pra concorrente Weekly Shonen Sunday (aliás recentemente seria uma média aceitável até pra Shonen Jump).
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

18. Mononote ~Edo Shinobi Kagyou~: Primeiro ranqueamento válido (segundo os ocidentais) de Mononote. Bem, não foi uma posição muito alta mas a trajetória do mangá ainda está em seu início e será preciso esperar mais tempo para ver se a obra se estabilizará... Aliás, essa posição baixa não é incomum para mangás que na edição anterior ganharam páginas coloridas.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

19. Area no Kishi: Mesmo sem ser um dos mangás mais badalados da revista atualmente, Area no Kishi tem uma força significativa nas vendas de volumes (a média é superior a 100 mil cópias vendidas por volume). Apesar de raramente surgir alguma novidade sobre Area no Kishi seu espaço ainda está assegurado.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

20. Kamisama no Iuutori Ni: Mais uma vez Kamisama fica entre as últimas posições na ordem de leitura da revista. Mas, como é válido lembrar, o mangá vende bem (média acima de 120 mil cópias vendidas por volume). Inclusive na próxima edição Kamisama vai ganhar uma página colorida.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.


Bem, pessoal, assim termina a análise da edição #45 da Weekly Shonen Magazine.
Até a próxima!



0 comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...