sexta-feira, 26 de agosto de 2016

TOC #39 da Weekly Shonen Magazine (2016)

Capa Física e Digital: Nanatsu no Taizai

Olá para vocês, leitores do blog Fênix no Sekai. Aqui é o Diego Felipe e trago até vocês mais uma análise da Weekly Shonen Magazine.
Para quem possui dúvidas sobre o que é uma TOC (Table of Contents) e como ela funciona sugiro lerem a matéria do Ivo sobre as TOCs, que pode ser conferida clicando nesse link.

Bem, o índice da edição está logo abaixo.


TOC #39 DA WEEKLY SHONEN MAGAZINE (2016):
Nanatsu no Taizai (Capa Física e Digital, Página Colorida Principal)
Nanatsu no Taizai - King no Manga Michi (Capítulo Especial da Magazine SPECIAL)
Mayoe! Nanatsu no Taizai Gakuen! (Capítulo Especial da Bessatsu Shonen Magazine)
01. Fuuka
02. Area no Kishi
03. Dr. Prisoner
Koisuru Suizoku-man (Pré-Rank, 6º Capítulo)
Mononote ~Edo Shinobi Kagyou~ (Página Colorida, Pré-Rank, 2º Capítulo, 52 pg.)
04. Domestic na Kanojo
05. Baby Steps
06. Fairy Tail
07. Real Account
08. Seitokai Yakuindomo
Enen no Shouboutai (Página Colorida, 21 pg.)
09. Vector Ball
10. Hoshino、Me o Tsubutte。
11. Kono Ken ga Tsuki o Kiru
12. Ahiru no Sora
13. Daiya no Ace - Act II
14. Tsurezure Children
15. Yamada-kun to 7-nin no Majo
16. Hajime no Ippo
17. Kindaichi Shounen no Jikenbo R
18. Kamisama no Iuutori Ni
19. Days
20. Acma:Game

PRÉVIA DA TOC #40 DA WEEKLY SHONEN  MAGAZINE (2016):
- CAPA FÍSICA: AKB48 
- PÁGINA COLORIDA PRINCIPAL, CAPA DIGITAL: Days (25 pg.)
- PÁGINAS COLORIDAS: Baby Steps e Domestic na Kanojo
- CAPÍTULO DUPLO: Koisuru Suizoku-man (Capítulos 07 e 08)
- PÁGINAS EXTRAS: Mononote ~Edo Shinobi Kagyu~ (32 pg.)

PRÉVIA DA TOC #42 DA WEEKLY SHONEN MAGAZINE (2016):
NOVO MANGÁ: Fullback Dan (por Keisuke Matsuoka, autor de Bannō Kanteishi Kyū No)

TOC INDEFINIDA (2016):
NOVO MANGÁ: nome não-definido (por Yoshitoki Ooima, autora de Koe no Katachi)

Índice da Revista

MANGÁS NÃO-RANQUEADOS

Nanatsu no Taizai: Um dos mangás mais rentáveis da editora Kodansha atualmente e também um dos pilares da Weekly Shonen Magazine, nessa edição Nanatsu ganhou a capa física e digital, além das páginas coloridas principais. E de quebra nessa edição ainda teve capítulos especiais de seus spin-offs.
SITUAÇÃO: Intocável, só será encerrado naturalmente.

Nanatsu no Taizai - King no Manga Michi: Spin-off de Nanatsu no Taizai publicado na revista Magazine SPECIAL que teve capítulo especial lançado nessa edição.

Mayoe! Nanatsu no Taizai Gakuen!: Spin-off de Nanatsu no Taizai publicado na revista Bessatsu Shonen Magazine que teve capítulo especial lançado nessa edição.

Koisuru Suizoku-man: Gag mangá de comédia que estreou a pouco tempo na Weekly Shonen Magazine sem muito alarde (enquanto alguns novatos como Mononote e Dr. Prisoner foram antecipados, não foi possível antecipar a estreia de Koisuru). Ainda tem poucos capítulos lançados e será preciso esperar um bom tempo para saber como serão as vendas de seu volume (ainda mais porque os capítulos são curtos, então pra dar material pra um volume vai demorar um bom tempo).
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

Mononote ~Edo Shinobi Kagyou~: Mangá que aparentemente se passa no período em que o Japão era conhecido como Edo. A obra nessa edição ganhou página colorida e páginas extras. O autor é experiente (é o mesmo de AKB49, que foi finalizado em fevereiro com um saldo positivo).
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

Enen no Shouboutai: Um dos mangás mais promissores da Magazine lançados recentemente, Enen no Shouboutai, de autoria de Atsushi Okubo (o mesmo autor de Soul Eater) ganhou página colorida nessa edição. Um dado interessante: na semana passada seu quarto volume vendeu perto de 50 mil cópias por volume. Mesmo que as vendas não aumentem muito em curto prazo já é um bom feito para um novato que pode se expandir bastante comercialmente com o tempo.
SITUAÇÃO: Muito Seguro.


TOP 10

01. Fuuka: A situação de Fuuka nunca esteve mais otimista (pelo menos no papel). O mangá teve um anime anunciado, o que pode ajudar a pelo menos expandir as vendas de seus volumes. Falando em vendas de volumes o 12º volume lançado semana passada alcançou 42 mil cópias por volume. 
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

02. Area no Kishi: Mesmo sem contar mais com tanto apelo ou expansão comerciais Area no Kishi, que já vem sendo publicado há 10 anos, se mostra um mangá ainda com rentabilidade relevante. Seu 53º volume vendeu semana passada 53 mil cópias, um feito superior a muitos mangás mais recentes que saíram na revista.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

03. Dr. Prisoner: Parece que dos novatos que estrearam recentemente e não tiveram seu primeiro volume vendido (não são os casos de Hoshino、Me o Tsubutte。e Vector Ball, cujos primeiros volumes já foram lançados) Dr. Prisoner vai sendo um dos que mais tem chance de vender bem. No entanto, é preciso ver se a boa recepção vai colaborar nas vendas de volumes.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

04. Domestic na Kanojo: Pode-se dizer que o único risco que DomeKano tem corrido ultimamente é o de não ganhar anime, já que nas vendas de volumes o mangá consegue se sobressair: seu décimo volume vendeu pouco mais de 41 mil cópias na semana passada. Sobre o que falei de chances de ganhar anime... elas não são remotas mas vai depender de que estúdio terá ousadia pra apostar em DomeKano, que tem uma história mais madura.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

05. Baby Steps: O 41º volume do mangá alcançou na semana passada quase 80 mil cópias por volume. Baby Steps se mantém em alta com os leitores e editores, não raramente ganhando destaque. Além de já ter ganho duas temporadas em anime que foram bem de audiência (uma terceira temporada não está realmente descartada), Baby Steps já teve anunciado um dorama televisivo, o que pode ajudar a aumentar sua rentabilidade (já significativa) na editora Kodansha. 
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

06. Fairy Tail: Mesmo tendo apresentado uma queda em seu rendimento nas vendas dos volumes Fairy Tail ainda está numa situação muito, mas muito confortável, graças ao rendimento de produtos relacionados e spin-offs. Com dez anos de publicação recém-completados, pode-se dizer que Fairy Tail é um dos mangás mais importantes da história da Weekly Shonen Magazine.
SITUAÇÃO: Intocável, só será encerrado naturalmente.

07. Real Account: Real Account pode até não ter vendas muito elevadas mas seus resultados são satisfatórios para a obra se manter por um bom tempo. Digamos (suposição do autor da matéria) que a obra vende em média 36 mil cópias em uma semana e depois para em pelo menos umas 70 mil cópias.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

08. Seitokai Yakuindomo: Gag mangá veterano e ainda muito popular entre os leitores da Weekly Shonen Magazine. Seus novos volumes tem vindo com OVAs especiais. A situação do mangá na revista é estável.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

09. Vector Ball: Novato do mesmo autor de Gash Bell!, a obra não vendeu muito em seu primeiro volume mas deve ter rendimento parecido com o de Acma:Game. Se isso será o suficiente pro mangá continuar na revista ainda é preciso esperar. Mas ao menos as chances de Vector Ball ter vendas maiores no segundo volume não são tão pequenas.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

10. Hoshino、Me o Tsubutte。: Hoshino ainda está na luta por um lugar ao sol no plantel mas parece que pode não encontrar esse lugar ao sol, já que seu primeiro volume não vendeu bem. A torcida fica para uma melhora nas vendas do segundo volume (embora o panorama não seja tão otimista, ao menos aparentemente).
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.


MEIO DE TABELA

11. Kono Ken ga Tsuki o Kiru: Obra novata que ainda está apenas dando seus primeiros passos na revista antes de ficar evidente se conseguirá se manter ou não no plantel. Curiosamente outro novato que estreou na edição passada (Mononote) parece ter temática parecida com Kono Ken, embora o mais provável é que a abordagem das obras seja diferente.
SITUAÇÃO: Em busca de estabilização.

12. Ahiru no Sora: Seu 45º volume foi lançado em pouco tempo e já conseguiu vender 124 mil cópias, outro feito importante. É interessante notar que nem mesmo o longo tempo de publicação nem a não-exploração do apelo comercial do mangá foram obstáculos para o mangá se manter bastante rentável.
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

13. Daiya no Ace - Act II: O quarto volume da segunda parte de Daiya no Ace mal foi lançado e já vendeu em sete dias pra baixo 177 mil cópias por volume, feito fantástico para os padrões da Weekly Shonen Magazine. E não é pequena a possibilidade de que quando a frente de capítulos for maior a segunda parte será adaptada para anime.
SITUAÇÃO: Intocável, só será encerrado naturalmente.

14. Tsurezure Children: Pode-se dizer que Tsurezure não passa por apuros. Seu sexto volume vendeu 32 mil cópias aproximadamente na semana passada. Em uma semana, o mangá vende algo próximo do que vende Acma:Game, que também não está em risco (pelo menos por ora).
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

15. Yamada-kun to 7-nin no Majo: A obra ainda tem um rendimento satisfatório, embora dificilmente venha a se manter vivo por um período muito longo (é difícil imaginar Yamada-kun no plantel em dois anos). Não quer dizer que a obra está ameaçada de cancelamento (o risco não é tão grande) mas sim que para a obra terminar em alta a autora não pode prolongar demais o desenrolar de Yamada-kun.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.


BOTTOM

16. Hajime no Ippo: O clássico mangá de boxe pode não estar mais com tanto destaque quanto em seu auge na revista, mas seus volumes ainda tem vendas superiores a muitos mangás mais recentes. Hajime vende pouco menos que 300 mil cópias por volume em média (embora tenha passado por mais dificuldades para chegar a esse nível de vendas nos últimos volumes).
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

17. Kindaichi Shounen no Jikenbo R: Não é raro ver Kindaichi ficando entre os últimos, mas se até nas edições da Shonen Jump e da Shonen Sunday aparições no bottom são sinônimo exato de risco, que me dirá nas edições da Shonen Magazine que contam com forte variação de posições. Kindaichi não só está seguro como tem um rendimento muito bom. Seu décimo volume vendeu 85 mil cópias na semana passada, mais do que Acma:Game consegue em pelo menos três semanas em um novo volume.
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

18. Kamisama no Iuutori Ni: Continuação de Kamisama no Iutoori. Tem uma boa rentabilidade (é outro que vende mais que Acma:Game, por exemplo) e segue numa situação estável na revista, conseguindo superar a marca de 100 mil cópias vendidas em média por cada volume.
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

19. Days: Parece que os resultados na vendas de volumes de Days não indicaram um grande aumento com o anime lançado em julho. Ainda é cedo pra definir se o anime não fez sucesso, mas por enquanto os resultados não indicaram grandes mudanças positivas. No entanto por ora as vendas de Days são boas assim mesmo. O 18º volume vendeu em menos de uma semana 68 mil cópias, média superior a maioria dos mangás da Magazine, que em uma semana vendem em torno de 40 mil cópias. 
SITUAÇÃO: Muito Seguro.

20. Acma:Game: A obra não chega a vender muito numa semana mas seu rendimento é bom o bastante para se manter na revista. Não se sabe por quanto tempo o mangá irá durar na revista mas a obra por ora não está ameaçada, ainda mais com muitos novatos que não deram certo tendo estrado na revista ultimamente (casos de Infection e Muteki no Hito).
SITUAÇÃO: Seguro, sem riscos de cancelamento.

Comentários dos autores (em japonês)

Bem, pessoal, assim termina mais uma análise de TOC da Weekly Shonen Magazine,
Até a próxima.



0 comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...